Por que sua empresa precisa de um site para sobreviver no mercado?

1 – Para ser encontrada

Sua empresa pode ser fora de série, possuir o melhor atendimento do mercado e oferecer um produto de altíssima qualidade. Mas de que adiantaria tudo isso se as pessoas não encontrassem o que você faz?

Ter um site é a forma mais simples de ser encontrado hoje na internet. O principal canal de busca que uma pessoa usa quando está curiosa sobre qualquer assunto é o Google. E se essa pessoa estiver curiosa sobre seu nicho ou sua empresa, não será diferente.

Se a pesquisa for sobre sua empresa, é importante que você tenha um bom e otimizado site para que o primeiro resultado da pesquisa seja com o link para o seu site. Agora se a pesquisa for sobre o problema que seu cliente enfrenta, é importante que você tenha bons conteúdos e um bom blog para que sua empresa esteja à frente dos concorrentes.

2 – Para ganhar autoridade no mercado

Se você conhece duas soluções para seu problema e só uma possui site próprio, em quem você confiaria mais? Em uma página com domínio próprio ou em uma fan page no Facebook?

Não queremos desmerecer as as mídias sociais – como falamos acima, elas possuem um papel fundamental em uma estratégia de Marketing Digital. O ponto aqui é que um site é muito mais personalizável e profissional do que um perfil social.

Com um site, sua empresa possui muito mais artifícios para promover o seu produto. Além do mais, por meio da criação de conteúdo você consegue provar para a sua persona que entende do assunto e que tem capacidade técnica para ser a solução dos problemas que ela enfrenta. É um diferencial bastante eficiente nessa tomada de decisão.

3 – Para expandir o negócio

Qual é o objetivo de seu negócio? Você tem planos de expandi-lo? Uma das missões da Resultados Digitais é auxiliar as empresas a terem um crescimento previsível e escalável por meio do Inbound Marketing.

Para isso, aplicamos uma metodologia comprovada que, com a ajuda da DATER Tecnologia ajuda  clientes diariamente nessa escalada de sucesso. No entanto, nada disso seria possível se essas empresas não tivessem um site com um domínio próprio.

Para adquirir mais clientes, você precisa de mais Leads. E para gerar mais Leads, você precisa de mais visitantes. E para adquirir mais visitantes, você precisa desse site para recebê-los.

O site é, muitas vezes, o primeiro canal de contato entre sua empresa e o futuro cliente. O Inbound Marketing permite que esses clientes cheguem até você em vez de você ir atrás deles. A longo prazo, é um processo bastante vantajoso.

4 – Para se relacionar com sua audiência

Sempre falamos aqui na Resultados Digitais, tanto em posts no blog como em conversas com nossos Leads e Clientes, que a forma de consumo mudou desde que a internet se tornou presente durante todos os minutos de nosso dia a dia.

O consumidor não possui mais um papel apenas reativo ao marketing e à publicidade. É absolutamente normal que ele pesquise sobre sua marca ou seu problema na internet antes de tomar a decisão da compra. E é nesse ponto que entra o site de sua empresa.

Há várias maneiras de manter um relacionamento com seu público em seu site. E todas elas funcionam muito bem:

  • Publicar posts no blog ou materiais ricos sobre problemas que a audiência enfrenta;
  • Responder comentários das pessoas em posts de blogs;
  • Criar uma central de relacionamento com respostas para as dúvidas mais comuns;
  • Gravar e disponibilizar treinamentos online para clientes;
  • Ter um chat em real-time para atender aos clientes.

Citamos apenas 5, mas há muitas outras possibilidades. O importante aqui é saber que o seu site é como se fosse seu escritório virtual, por isso cada visitante deve ser tratado como estivesse visitando sua empresa.

5 – Para vender

Segundo as boas práticas da metodologia do Inbound Marketing, depois de atrair, converter e relacionar, é chegada a hora da venda.

E qual o papel de seu site nessa etapa? Em relação a vendas, seu site pode ser útil tanto para vendas consultivas, como é o caso da DATER, como para vendas self-service, como é o caso de ecommerces.

Se sua venda for consultiva, o site é um apoio ao vendedor na hora de fechar com o cliente. É fundamental que tenha uma área com as soluções e os preços de seus produtos.

Se sua venda for self-service, um site ajudará a dar escala a seu negócio ao permitir que os clientes efetuem a compra onde e quando estiverem mais confortáveis. Não importa se é feriado de Páscoa ou se são 4 horas da madrugada. A internet nunca fecha. Ou seja, com uma loja online, você não precisa se limitar ao horário comercial.

WhatsApp chat